Porque todos caminhos levam à Roma :-)

Porque todos caminhos levam à Roma :-)

Por

Hoje vamos conversar com o Tiago que esteve no nosso parceiro Dilit (Divulgazione Lingua Italiana) em Roma!

Bem começamos a conversar sobre Roma! E segundo o Tiago a cidade é sensacional! Era a cidade que ele mais queria conhecer na vida, foi com uma expectativa muito alta, mas mesmo assim foi surpreendido! Cada esquina tem tanta história que só de caminhar sem destino certo, apenas para admirar ao máximo o que aquela cidade tinha pra me proporcionar ele já estava feliz.

Além de destinos óbvios como o Coliseu, o Fórum Romano, a Fontana de Trevi e o Vaticano, Roma tem muito a oferecer para o turista. Cada día uma descoberta nova, e uma sensação nova de ver coisas que estudamos tanto na infância se materializando. O que ele mais achou impressionante foi o Vaticano. O tamanho e a riqueza, aliado com os detalhes de cada estrutura impressiona qualquer um.

O passeio que ele mais recomenda é um noturno (aproveite pra ver Roma de noite, que é um outro espetáculo à parte), onde no Fórum de Augusto e no Fórum de César fazem projeções de luz de como eles eram naquela época e nos contextualizam com os grandes feitos de dois dos personagens mais importantes da história. Além de passeios culturais, a cidade oferece muitos restaurantes, barzinhos, hostels e baladas de todos os tipos.

Sobre a escola Dilit, a mesma é credenciada por renomados órgãos educacionais, como a EAQUALS (European Association for Quality Language Services) e a ASILS (Associazione Scuole d’Italiano come Lingua Seconda) e portanto nossa única recomendação na cidade!

O Tiago tinha apenas duas semanas de aula e nunca tinha estudado italiano antes. O primeiro objetivo portanto era modesto devido ao tempo, conhecer gente para aproveitar mais Roma. Esse objetivo foi atingido logo no primeiro dia. A escola recepciona muito bem, tem atividades extra-classes que englobam desde passeios pelos principais pontos turísticos da cidade até passeios a bairros mais inexplorados.

Mesmo não tendo como objetivo principal falar o idioma, o Tiago foi as aulas com o intuito de aprender o máximo possível nesse pouco tempo que tinha e por mais incrível que pareça teve resultado. Como a língua italiana é muito parecida com o português, existem muitos pontos em comum na parte estrutural das frases, muitas conjugações verbais parecidas e  ficou a certeza que  se tivesse um pouco mais de tempo já sairia de lá conversando sobre assuntos simples. A escola é excelente!